Sobre mim

Vou falar sobre simplicidades complexas.

Como alguém faz isso?  Vendo as simplicidades complexas do mundo.

Como se prepara alguém para ver isso? Ou como alguém se prepara para mostrar isso aos outros?

Talvez com uma certa visão dinâmica do todo e das partes, e olhando o mundo e o vendo como um enorme organismo que não para e que funciona de maneira fisiologicamente sistêmica. Talvez alguém que consiga olhar fractalmente as suas partes e reconhecer nelas o seu todo. Talvez alguém que não veja nada separado de nada. Talvez alguém que veja metodologicamente dimensões materiais, mentais, emocionais e espirituais mais que não se perca nestes métodos.  Talvez alguém que daí ecologicamente enxergue uma nova biologia? E que daí consiga enxergar os processos de algo real que faça o caminho do convencional – “verde” – sustentável – restaurativo – reconciliatório e chegue ao regenerativo?

Mas cada um que atua a este nível traça seus próprios caminhos, tem seus marcos.
E alguns marcos de minha vida e da minha vida profissional explicam meus caminhos (estes em seguida um pouco mais ‘tradicionais’):

  • Comecei minha formação pela faculdade de veterinária (UNESP-Jaboticabal), de 1981 a 1985, onde desenvolvi minha visão de ser vivo, não só de um ser vivo no mundo, mas a visão de um ser vivo que adoece, uma visão de saúde-doença. Foi onde comecei a desenvolver minha visão sistêmica de mundo (por conta da fisiologia e da fisiopatologia), e de ciência, e também onde tive meu primeiro contato com a Homeopatia.

  • Fundei o Instituto Veterinário Zona Norte
    De 1986 a 1998.
    Fui uma das clínicas responsáveis, e uma das proprietárias da clínica, por 12 anos, na zona norte de São Paulo.
    Após 2010, várias reflexões me fizeram ver que o exercício da clínica (que realizei de 1995 a 2000) era muito semelhante a consultorias, mentorias, curadorias e assessorias.

  • Depois foram os cursos de Homeopatia (no NUCLEHOM e na Associação Paulista de Homeopatia), que me forçaram a desenvolver cada vez mais uma abordagem terapêutica diferenciada, que servisse a minha visão de ser vivo e não o contrário. E que junto com a veterinária, me fizeram ter interesse por agropecuária orgânica, sustentabilidade e bem estar animal.
    A agropecuária orgânica pelo respeito à terra e aos animais. Sem intoxicação química da terra e dos animais. E a aplicação da sustentabilidade (as suas dimensões) à terra: o ecologicamente restaurativo, o economicamente viável, o socialmente justo e o culturalmente aceito. E o bem estar animal, que para mim está diretamente ligado à bioética.
    Temas:  Experimentação terapêutica; outros modelos de fisiologia; outras visões de ser vivo.   
    Nesta época também estudei fitoterapia, florais e um pouco de antroposofia.
    Para mim este período se destacou como fértil para ver uma medicina da saúde onde antes eu só percebia a medicina da doença.
    De 2004 -2006 participei de um Grupo Interdisciplinar de pesquisa básica em Homeopatia. Fui uma das participantes e uma das criadoras, aqui aprendi a como lidar com um grupo interdisciplinar.

  • Também construí meu site de homeopatia em html em 1997, o site Homeopatia e cia. Primeiro foi o www.homeopatiaveterinaria.com.br e depois www.portaldahomeopatia.com.br. , ele começou como site e depois se transformou em um portal.
    Aprendi a escrever em HTML, aprendi a mexer em programas de construção de sites, aprendi sobre hiperlinks e cia. Entendi o virtual e o digital.

  • Trabalhei nas Confecções Zuarte de 1999- 2000.
    Neste período trabalhei em uma confecção de uniformes profissionais homologada pela Santista S.A.
    Fiz uma experimentação com sites e mídias corporativas (construí o site da empresa), fiz marketing e planejamento estratégico.
    Foi minha primeira participação ativa no mundo corporativo.

  • Fiz Mestrado e o doutorado em História da Cíência (PUC-SP), que deram método e estrutura aos meus estudos em geral e aos pressupostos fisiológicos que se adequassem as teorias homeopáticas. No primeiro aprendi a pesquisar, no segundo me tornei pesquisadora. Os dois deram uma profundidade substancial aos meus estudos em ciência e o treinamento em trabalhos que se situam em áreas de interface (biologia-história, medicina-física, etc) e foram essenciais para que eu desenvolvesse uma atuação transdisciplinar.

  • E sem esquecer o ser ‘heavy user’ em web e cia.
    A partir de 1991, comecei no Windows 3.11 / BBS (modem linha discada) (a BBS Mandic e do Windows 3.11 )          . Nesta época comecei a usar desktops e comecei a entender sobre softwares, hardwares e cia. Usei um programa de gerenciamento para clínicas veterinárias (comprado) que era parcialmente para Windows 3.11, parcialmente em DOS.
    E assim comecei minha” imersão” em tecnologia


Mas dei uma “guinada” em 2010 e mergulhei nos estudos em grupo e trabalhos em equipe, que cada vez mais evoluíram para redes, virtuais e presenciais, e redes digitais. E comunidades.

E outros temas que vieram num crescendo desde a faculdade e foram se aperfeiçoando ao longo de minha trajetória a partir de 2010: a abordagem de tudo que estudo baseada em complexidade (sistemas) e transdisciplinaridade, a importância da ciência da informação e da ciência das redes, a importância da abordagem biológica das coisas, a encruzilhada da gestão da doença versus a gestão da saúde, a questão da agroecologia + agricultura familiar, etc.

A partir de 2010 vieram estes marcos:

1) Midias digitais e cultura digital

  • Janeiro de 2010 – minha primeira Campus Party, em que entendi com profundidade o “digital mídia”. Fui ainda em 20111 e em 2012.

  • Comecei a usar o WordPress.com em 2010 (blogs no site WordPress.com) e comecei a usar o WordPress.org em 2013 (blogs via WordPress.org, fazendo a instalação pela Locaweb, que é onde estão meus sites).

2) Mergulho em Redes – de 2007 a 2014                                       

  • Escola de Redes – com Augusto de Franco e outros.          
    Muito intensamente entre 2007 e 2010.
    Temas: Redes, netweaver, entender como funciona um netweaver.
    Aprendi o que eram redes (sua fenomenologia e sua topografia), aprendi o que era e fiz na prática o tal do “netweaving”, fui a eventos em 2011 com o pessoal da E_R. A comunidade no NING (e que ainda está na ativa) foi criada pelo Augusto de Franco.
    Desde o final de 2008 fui netweaver na Escola de Redes. [www.escoladeredes.net]       
                           
  • Festival de Ideias – com Augusto de Franco e outros.        
    De 2011-2013.
    Temas: Redes, cocriação interativa, netweaver, empreendimentos sociais e tradicionais.         
    Ver “ao vivo” como funciona uma cocriação interativa. Foi onde eu vi do que a cocriação em rede é capaz. Cocriei como netweaver nas quatro edições.

  • Lab=ER – Laboratório Escola de Redes – com a coordenação de Augusto de Franco e interação de outros.           
    De 2013-2014.
    “Tudo que é sólido se fluidifica no(s) fluxo(s) de rede(s)”. 
    Temas: Redes, cocriações interativas e outros  de maneira intensa e experimental.

  • Programa NEXT e Fluxo(s) NEXT
    Foi um programa de investigação-aprendizagem compartilhada.  Este processo de investigação-aprendizagem se realizou por meio do compartilhamento de agendas em grupos que funcionam por meio de co-investigação, co-aprendizagem, co-criação. Várias pessoas estiveram na criação do Next, sob a coordenação do Augusto de Franco.
    De 2013-2014.

3) Entender aplicando em si o que era Empreendedorismo social/inovação social/ tecnologia social – de 2010 a 2016                                      

Perceber outros pressupostos e outros modelos de mundo; perceber e ver complexidades; perceber as glocalidades; mergulhos na transdisciplinaridade voltada ao empreendedorismo.

  • The HUB (coworking) da rua Bela Cintra.  
    Mergulho em coworking, empreendedorismo social e inovação social, espaço de coworking voltado ao empreendedorismo social.                    
    De 2010 a 2014.
     
  • HUB Escola    
    Mergulho intenso e breve em inovação social, empreendedorismo servidor (e social), novas economias, e outros assuntos de inovação.
    Participei de quatro edições da HUB Escola, com graus diferentes de envolvimento. As conversas significativas, os conteúdos, as práticas,  as experiências que vivi/apreendi/aprendi neste período foram exponenciais.
    “Mergulhei” em um mundo de coworking, empreendedorismo social e práticas que funcionaram para mim como uma “universidade informal”.
    2010 – 2011 – 2012- 2013
                                      
  • Movimento Novo Olhar Sobre as Relações de Trabalho
    Mergulho em novas relações de trabalho, empreendedorismo servidor e relações com o fluxo do dinheiro.
    Fiz parte, de 2010 a 2012, do núcleo sustentador do Movimento Novo Olhar sobre as Relações de Trabalho (o núcleo atualmente está em stand by).

[https://www.facebook.com/MovimentoNovoOlhar]

  • PEP – GEP (Programa e Grupo de Desenvolvimento de Potenciais)
    Com Rita Monte, Samarone Santos, Rodrigo Gentil Palma, Débora Timossi  e outros.
    Participei do PEP (Programa de Expressão de Potenciais) e do GEP (Grupo de Expressão de Potenciais) promovidos pela Semente Una. O foco aqui eram as relações entre as pessoas e seus trabalhos sob uma óptica de “…inspiração e prática de novas relações de trabalho pautadas pela auto-realização e senso de propósito maior”. Foi um programa para aprender a mergulhar em si mesma, por várias vias, aprender a vivenciar como construir e manter uma comunidade, aprender a lidar com a energia do dinheiro e de como ser um empreendedor servidor.
    Em 2011.
                                      
  • Madelena 90 e Laboriosa 89
    Com a inspiração de Oswaldo de Oliveira e outros.
    Mergulho em empreendimentos em redes, ações não-hierárquicas e empoderamento.
    Fiz um acompanhamento a distância e visitas ocasionais. 
    Observei estas duas “casas e comunidades de interação-experimentação-novas economias-empreendedorismo” acontecerem.

4) Páginas atuais no WordPress e no Facebook.

WordPress:

Facebook:

Linkedin –  http://www.linkedin.com/in/mariatherezaamaral

Plataforma Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4700949U4

Share